FALE CONOSCO: (69) 3225-6056    
Facebook      Youtube
  • Banner






09/09/2015

Dieta para pressão alta: 6 truques no cardápio para driblar o problema

Causada também pelo sedentarismo e pelos maus hábitos alimentares, a pressão alta é um dos males da sociedade moderna. Possível de ser controlada, o sucesso do tratamento depende necessariamente da qualidade dos alimentos inclusos nas refeições.

Tenho hipertensão: o que fazer?

Embora seja mais comum em idosos, gestantes e crianças, a doença crônica que afeta o sistema cardiovascular atinge 30% da população nacional, segundo dados da Sociedade Brasileira de Hipertensão, e é a principal causa de AVC (acidente vascular cerebral) e ataques e insuficiências cardíacas.
Entre as causas da pressão alta estão, além dos maus hábitos e do sedentarismo, alterações genéticas, diabetes, uso abusivo de sal e bebidas alcoólicas e estresse.

Ela deve ser sempre controlada por especialistas. Mas a alimentação, no entanto, está diretamente relacionada ao controle da pressão alta, além da prática de atividades físicas e perda de peso.

Veja quais são os nutrientes importantes no combate da hipertensão e entenda a importância de acioná-los à dieta.

Alimentação para quem tem pressão alta

 Retire as porcarias do cardápio: embutidos, industrializados e enlatados são carregados de sódio, ingrediente inimigos do combate à hipertensão.

 Escolha os vegetais ricos em potássio: a substância pode ser encontrada nas abóboras, cenouras, couves-flores, lentilhas e feijões preto e regula a entrada e a saída de sódio das células controlando o equilíbrio hidroelétrico do corpo.

 Inclua peixe na dieta: ricos em ômega 3 e 6, os tipos salmão, sardinha, atum e cavala contribuem para a eliminação da gordura acumulada no sangue fazendo com que ele circule com mais facilidade.

 Opte pelos cortes magros: diminuir a quantidade de sódio e gordura no sangue é um dos segredos para tratar a doença. Por isso, evite cortes de carnes gordurosos demais. Atente-se também para o preparo: pratos assados e cozidos são preferíveis aos fritos.

 Tempere alimentos com alho: no preparo das refeições do dia a dia, inclua o alho fresco como tempero. Além de ação expectorante, analgésica e antibactericida, ele reduz os níveis de colesterol e, assim, contribui para o combate da pressão arterial.

 Substitua o sal: limão, cebolinha, salsinha, orégano, louro e coentro são temperos que servem de substitutos ao sal, um dos principais causadores da hipertensão.

Fonte: bolsademulher.com